NELSOND

Edições

NOVO JORNAL

2020

O dia 25 de Janeiro de 2008 marca a chegada de um jornal que, em pouco tempo, conquistou um espaço de destaque no panorama da media angolana, com traços de inovação extensivos a todos os segmentos da actividade jornalística. O NOVO JORNAL iniciou uma nova era, e fez disso uma tendência. Com ele nasceu uma maior sensibilidade no tratamento dos conteúdos jornalísticos, bem como na criação do grafismo dos próprios jornais.

NOVO JORNAL
valores da marca

O Pluralismo de opinião, a Objectividade, a Averiguação e o Rigor são os valores sobre os quais assentam os conteúdos que preenchem as páginas do Jornal. O NOVO JORNAL apresenta-se, por isso, como um importante veículo de efectivação do direito à Informação e Formação e é, pela natureza da sua vocação, um destacável meio na afirmação de um País Democrático e de Direito.

Este comprometimento com um serviço de excelência têm-se mantido intacto através de um exercício constante e exemplar de passagem de testemunho, tendo sempre como ponto de referência a honestidade para com a sua linha editorial.

O NOVO JORNAL definiu, com exactidão, o seu papel enquanto órgão de comunicação, e os resultados não tardaram a chegar – rapidamente o próprio mercado passou a reagir aos estímulos vários, decorrentes da actuação do naipe de jornalistas desta publicação.

Assim, não é claramente inocente fazer uma colagem do surgimento do NOVO JORNAL a um momento particular da história recente de Angola: o seu aparecimento coincide com a realização das primeiras eleições pós-conflito armado, o que, por si só, já indicava o grau de importância e a dimensão do desafio que tinha pela frente.

produtos e desenvolvimentos futuros

Associar à sua Marca uma visão plural do País – estimulando o exercício de cidadania e criando nas suas páginas diversos espaços de debates livres – foi um dos primeiros desafios do NOVO JORNAL. Posteriormente, a publicação abraçou um segundo desafio, também este alcançado com notável sucesso: assumir uma transversalidade comunicativa e um redimensionamento estratégico, que lhe permitiu responder às exigências actuais dos "grandes" órgãos de comunicação do Mundo.

Este desafio teve sobretudo como base, a dinâmica contemporânea que as novas tecnologias impuseram a todos os órgãos de comunicação, dado que o acesso à informação e a forma instantânea como esta é partilhada, passaram a contar com o imprescindível suporte dos meios digitais. Embora não substituindo os media tradicionais, estes meios passaram a ocupar lugares de destaque na comunicação moderna. Neste sentido, o site do NOVO JORNAL representa um investimento que permitiu alcançar um maior número de leitores, passando a servir de ponte entre Angola e o Mundo e funcionando como uma credível plataforma de informação sobre o que se passa no País. A edição on-line do NOVO JORNAL representa hoje um instrumento de exposição mediática de Angola, uma forma de o País se dar a conhecer ao Mundo e um indispensável barómetro do seu estágio democrático. Com o redimensionamento estratégico do seu portal, o site do NOVO JORNAL passou a gerir diariamente, logo às primeiras horas do dia, uma Newsletter com o resumo das principais notícias.

mercado

O facto do NOVO JORNAL ter surgido num ano eleitoral, teve impacto no modo como se posicionou no mercado angolano de comunicação. Através da sua actuação, foi evidente o surgimento de um conjunto de valores – alguns dos quais até inéditos para o contexto sociopolítico angolano – que se juntaram ao processo de afirmação da democracia representativa e de um Estado mais plural, com uma visão mais distendida do País. O NOVO JORNAL acredita ter cumprido, com brio e distinção, um papel útil e socialmente relevante, para que, depois do conflito armado, se pudesse oferecer aos leitores uma visão mais globalizante e realista do País, na expectativa de acrescentar e ajudar a fundar um importante pilar no edifício que sustenta Angola enquanto Estado Democrático de Direito.

COMUNICAÇÃO

O NOVO JORNAL está em permanente evolução, para dar resposta às novas realidades e expectactivas de todos os seus leitores.
Um exemplo desse posicionamento foi em 2015, quando perspectivando uma nova era, o NOVO JORNAL alterou e modernizou a sua imagem corporativa, adequando-a a conceitos gráficos mais modernos e dinâmicos. Foi nesse
o momento que surgiu a estilização gráfica das suas iniciais "NJ", o que resultou numa imagem corporativa representativa de si mesma. Com as mudanças que se impuseram aquando desta redefinição da imagem corporativa, o NOVO JORNAL actualizou também o seu layout.
Hoje, o Jornal permite uma leitura mais fácil e dinâmica, com um melhor enquadramento das imagens que acompanham as matérias.

vantagens competitivas

O NOVO JORNAL sempre se posicionou no mercado como um importante veículo de modernização da comunicação social em Angola, incorporando melhor do que qualquer outro órgão generalista de media, o conceito de cristalização do olhar plural. O NOVO JORNAL fez e continua a fazer, por mérito próprio, um percurso notável e coerente, com um sentido de Estado que o Jornal sempre procurou consolidar como o seu principal activo.

NOVO JORNAL
sabia que?

O NOVO JORNAL é, desde 15 de Setembro de 2020, um importante parceiro da UNICEF, com quem estabeleceu um acordo de cooperação para a defesa dos Direitos da Criança.

O NOVO JORNAL surgiu a 28 de Janeiro de 2008, no ano em que o País realizou as segundas eleições gerais. Um marco no percurso da democratização de Angola e do próprio Jornal.

O site do NOVO JORNAL é um dos mais concorridos canais de divulgação de informação actual, nacional e internacional. Conta com mais de 170 mil seguidores, um pouco por todo o Mundo.

Armindo Laureano
Armindo Laureano

Armindo Laureano
Director Editorial

contactos

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.